Arquivo mensal: junho 2015

À minha grande amiga!

Hoje é o aniversário de uma das minhas melhores amigas nesse mundo! 🙂

Nem sei mais quantos anos fazem que estamos juntas… mais de 10 com certeza!

Você já sabe o quanto eu te amo e te quero bem. Mas mesmo assim, quero te dizer novamente, e te dar os parabéns mais uma vez.

Ontem comemoramos (antecipadamente) seu aniversário. E foi demais. Espero que tenhas gostado…

Só quero te desejar novamente, toda a felicidade desse mundo. Muitas alegrias, amor, saúde pra enfrentar essa vida maluca, e sucesso. Que Deus te abençoe e te dê muita paz.

Eu Amo Muito Você JAQUELINDA!!

DSCF0414

Beijos e abraços da Váh!

Sobre a humanidade

11232171_1590972824485211_8587614850085632446_n

Estava prestando atenção ao meu redor esses dias todos, e acabei percebendo como as pessoas podem ser desagradáveis, sem paciência, sem compreensão principalmente. Julgam logo de cara, sem pensar que pode ter outro lado. Eu sempre procuro pensar primeiro no lado bom. Mas a maioria vai logo criticando e brigando.

Graças à Deus eu não brigo nem discuto com ninguém. Estou sempre de bem com todo mundo, porque é assim que eu gosto de estar. Mas confesso que me sinto mal por essas pessoas que não vivem assim, positivamente.

Claro que eu não posso fazer nada. Nem falar sobre isso vai mudar o jeito como essas pessoas vêem as coisas. Eu mudei muito meu jeito de encarar a vida nos últimos anos, mas isso aconteceu de dentro pra fora. Eu fui me dando conta de que não era legal se irritar com tudo e todos, que é bom a gente ter compreensão e muita empatia.

Eu só desejo isso, para você que não sabe ter empatia, tente um pouco mais!

E sobre pensar positivo, acredito muito que dá certo! Assim como pensar negativo trás coisas desagradáveis e negativas, pensar positivo só vai fazer você se sentir melhor, e com isso você vai fazer o bem aos outros, e eles retribuirão… assim por diante. É uma corrente sem fim.

Não custa ter esperança no mundo!

Mudar é preciso!

A minha vida nunca mudou tanto como nos últimos 6 meses. EU nunca mudei tanto. Quem me conheceu até o fim do ano passado, não me reconheceria agora. E o bom disso é que eu mudei pra melhor. Sou uma Vanessa totalmente nova. Amadureci e ao mesmo tempo rejuvenesci.

Estou satisfeita com a minha vida!

Sou mais otimista. Mais alegre. Mais tranquila. Mais paciente. Sou um poço de tranquilidade na verdade. Aprendi a me amar. Me descobri. Mudei gostos e hábitos.

Adoro o meu trabalho pela primeira vez, mesmo sendo algo que sei que não vai ser por muito tempo. Estou satisfeita e dando o meu melhor.

Adoro sair, pra qualquer lugar. Topo tudo! Amo dançar. Ir no Bova e ficar até o fim do show (coisa que antes eu nunca faria). Eu rejuvenesci!

Gosto de ter minha agenda lotada de compromissos. Sair com todos os meus amigos, pra rir, conversar, comer e beber, dançar, viajar…

Gosto de ficar em casa. De fazer as minhas coisas.

Não tenho mais tanta vontade de ficar na cama. Quero viver!

Às vezes nem consigo fazer tudo o que eu gostaria… o dia termina antes. Tem dias que queria que tivesse umas 30 horas. rsrsrs

Estou mais desapegada. E ao mesmo tempo, mais vaidosa, e mais animada pra me arrumar.

Não sou mais tão preocupada com o dinheiro…

Na verdade, de todas as coisas que eu costumava me preocupar e sofrer com antecedência, praticamente não sofro por mais nada disso. Sempre que acontece um imprevisto, ou algo desagradável no meu dia, a primeira coisa que penso é: Calma que pra tudo se dá um jeito. O importante é resolver sem a cabeça quente. E tudo dá certo mesmo.

Aprendi que o pensamento positivo realmente funciona. Se você quer, você consegue!

Aprendi a esperar. Nunca pensei que pudesse aguentar tranquilamente em uma sala com mais de 6 bebês, todos chorando ao mesmo tempo. Acredite, eu levo isso na boa! E me sinto felicíssima por conseguir isso.

Venho aprendendo todo dia. E só quero viver sempre assim… Claro que ainda existem coisas em mim que tenho que mudar e melhorar. Não ser TÃO sincera, por exemplo. Sim! Isso nem sempre é bom. Nunca conseguir mentir pode atrapalhar às vezes. Não sei se gosto da ideia de mudar isso, mas vamos ver…

Quando vejo alguém estressado, irritado, sem paciência, com ódio, xingando… logo penso: eu já fui assim. E desejo muito que a pessoa consiga se transformar também. Porque acredite, o que mais sofre por ser assim é a própria pessoa.

O negócio é ser RELAX! Ser DO BEM! E fazer só o bem, sem olhar a quem.

😉download