Arquivo mensal: dezembro 2013

Pérola!

Image

 

Como as pérolas são formadas? O processo é muito interessante, e me faz gostar ainda mais delas. Sempre fui fascinada por pérolas. Tudo que tem pérola me chama atenção. E a um tempo atrás, fiquei sabendo como elas surgem. Meu coração bateu ainda mais forte.

A pérola é o resultado de uma espécie de defesa de organismo do molusco a um invasor – organismo externo que pode ser desde um grão de areia até um parasita. A entrada de “invasores”, como vermes e plânctons, grãos de areia, pedaços de rocha ou coral, gera uma espécie de irritação – um processo que a ostra usa para se defender desse novo organismo.

Nem todas as ostras formam pérolas, somente as perlíferas que fazem parte das famílias Pteriidae (de água salgada) e Unionidae (de água doce). E também não são todas as pérolas que têm valor comercial – apenas as que saem bem redondinhas.

Só 2% das pérolas são redondas. E elas têm várias cores. A cor rosa, vermelha ou azul deve-se a detritos, proteínas ou à cor interna da concha. A mais rara é a negra, do Tahiti e das ilhas Cook.

Eu adoro tudo relacionado à pérolas… inclusive, sonho em dar esse nome se um dia eu tiver uma filha!

Anúncios

Preparação para o novo ano!

Image

 

Nessa época, todo mundo acaba fazendo o famoso balanço, analisando como foi o ano que está acabando, o que foi bom, o que foi ruim, o que teria que ser feito, e o que não deverá ser feito… e claro, depois vem aquela famosa lista de resoluções para o próximo ano. Alguns escrevem, uns levam isso super à sério, outros nem ligam mais a partir do dia 02. Não importa! Cada um tem seu jeito diferente. Um ritual, uma superstição, uma mania de fim de ano. 

Tem aquelas, comuns, que todo mundo conhece, e muita gente faz… comer lentilhas para trazer fartura, pular sete ondas, usar branco, usar roupa íntima nova, da cor escolhida para chamar o que mais se quer (amarelo=dinheiro, vermelho=paixão, verde=esperança…), comer uvas, romãs, e sei lá mais o que!

Nunca acreditei em nada disso. Usava branco, mas não por acreditar que isso faria diferença, e sim porque eu achava bonito mesmo… todos de branco! Já não uso mais… não obrigatoriamente!

Meus rituais de ano novo são diferentes!

Gosto sim de fazer o balanço geral do ano… e relembrar aquelas promessas feitas no ano anterior, e que não foram cumpridas. Tento recolocar na nova lista, se ainda for importante. Eu incluo nessa lista, meus objetivos pessoais, como tentar ser mais leve, mais paciente, mais amável, mais solidária… minhas metas de saúde, como fazer um exercício físico, me alimentar melhor… e as metas profissionais, estudos, investimentos…

Gosto de usar uma roupa nova sim, nem que seja apenas uma parte. hehehe Mas só pelo fato de que me sinto bem com uma roupa nova…

Gosto de trocar a escova de dente. Bizarro, eu sei!

Adoro fazer uma “faxina”. Na alma, no coração, no guarda-roupa… me livrar de coisas e sentimentos que não acrescentam nada de bom, fazer a limpa. Nunca tem muito do que me livrar, pois tenho esse costume o ano todo… frequentemente faço essa “faxina”! Mas faço uma revisão, só por garantia!

Não sei quem foi que inventou todas essas “manias” que o povo tem nessa época, mas já faz parte da história, da cultura. E aparentemente, deixa as pessoas com mais esperança! Então, qual o problema certo?

Conheço várias pessoas que julgam esse hábito, e ficam reclamando, dizendo que é inútil, e que ninguém leva a sério depois que terminam as festas. Eu não concordo. Não dá pra generalizar. Eu sempre levei a sério. Sempre fui aquela menina, que comprava uma agenda no fim do ano, e fazia os planos, as listas… e passava o ano lendo, realizando, revisando, revendo os conceitos. Porque se os desejos forem sinceros e importantes para você, é só questão de esforço. Qualquer um pode fazer!

O importante é que seja feito de coração… é como fazer um pedido pra estrela cadente. Tem que acreditar, mas ir atrás. Porque nada nessa vida vem de graça, nem cai do céu.

Você pode pedir à Deus, e ficar sentado aguardando a resposta eternamente. E ficar chateado e desapontado com Ele. Mas deixa eu te falar a verdade, sei que dói, mas é necessário!

Deus não pode fazer tudo o que pedimos. Até porque, nem sempre o que queremos, é o melhor pra nós. E Ele sabe. O que Ele faz, é nos dar uma luz, mostrar o caminho. E nós precisamos ficar atentos na sua resposta. E seguir nosso coração. Temos o livre arbítrio para escolher o que fazer da nossa vida. Ele apenas nos mostra as opções. A gente escolhe. E é a nossa responsabilidade. Assuma seus erros, e não coloque a culpa em Deus ou nas estrelas…

“Faça algo por você! Só você pode fazer!”

Image

Um ano novo!

Image

Eu só tenho a agradecer pelo ano que está indo embora. Tudo que passei, as lições que aprendi, os erros, as decepções, as mágoas, as pessoas que passaram pela minha história, as que saíram, e as que entraram… os lugares que conheci, as coisas que experimentei. Novos sentimentos, novos ideais, novos sonhos, novas metas. 2013 foi um ano duro. Eu poderia dizer que foi um péssimo ano. Me queixar de todos os problemas que tive, que talvez foram maiores do que em qualquer outro ano. Mas não me queixo. Não levo arrependimentos. Procuro levar apenas o melhor. No coração, na memória, na vida. Prefiro lembrar das coisas maravilhosas que aconteceram. E das coisas boas que aprendi com aqueles acontecimentos não tão legais. Posso afirmar com toda a certeza do mundo, que sou muito feliz. Eu amadureci muito nesse último ano. Percebi e descobri muitas coisas importantes na vida. Coisas que me fazem ver diferente agora. Que me fazem ser mais alegre, mais leve, não levar tudo tão à sério… tenho muito orgulho de olhar para trás e poder ver nitidamente o quanto eu cresci. E isso é só o começo… tenho tanto à aprender. E adoro saber que a cada dia, irei aprender mais e mais. 

Pra mim, o que realmente importa nessa vida, são os sentimentos. As coisas simples, que nos fazem feliz sem nem ao menos percebermos. Um dia de sol, uma chuva refrescante, um passeio gostoso. Ir ao cinema, conversar com os amigos, rir à toa, reparar na natureza. Um abraço apertado, um olhar sincero e carinhoso, um beijo molhado, um sorriso espontâneo. 

Ser amigo das pessoas, ser legal, leal, carinhoso, e atencioso. Não brigar, não arrumar encrenca, não levar tudo para o lado pessoal… ser mais paciente. 

Esses detalhes pequenos, que fazem a diferença na vida. Não é o quanto você ganha, o tamanho da sua casa, o tipo de carro, os lugares onde você frequenta… e sim, quem você é de verdade. Com todo mundo, em qualquer lugar.

Para o próximo ano, eu não desejo mais do que o que sempre peço. Saúde para viver bem, família sempre unida, amigos por perto, um amor de verdade, e muita fé, esperança e força. A luz Deus já põe em nosso caminho. Cabe à nós escolher o caminho iluminado, e seguir com Ele!

Desejo ao mundo todo, mais amor no coração. Mais tolerância, mais paz. Mais sonhos bons… 

😀

Relacionamentos

Eu já fui casada. Sim. Foi uma grande experiência. Cresci, aprendi, sofri, mas levantei, e continuei. Acabei começando um namoro meio que às pressas…digo isso, porque namoramos sem nos conhecer direito. Sentíamos atração física um pelo outro, e isso bastou para iniciarmos um relacionamento, que logo virou rotina, ficamos quase seis meses, mas era como se estivéssemos juntos há anos. Sem romance, sem frio na barriga.

Não concordávamos nas coisas, discutíamos direto, e nem tínhamos planos e sonhos em comum. O desfecho? Não funcionou, claro. Foi um término de comum acordo, já que ambos concordaram que isso não estava indo bem… o que me deixa feliz. Pois somos amigos, e não guardamos mágoas um do outro!

Quando terminei, decidi que iria ficar solteira. E com isso, quero dizer, que não pretendia me apaixonar tão cedo. (como se fosse algo que pudéssemos escolher)

Pensei em me divertir, sair com quem eu quisesse… curtir mesmo. Como todo bom solteiro faz.

E foi então que me apaixonei. E descobri, que quando me apaixono, eu me importo. E só sei viver uma história de cada vez. Porque é especial pra mim. Não sou dessas de “pegar geral” como dizem… ahahahah

Eu só gosto se for real. Se for bom, se for saudável.

Eu não tinha planos de sentir isso. Na verdade, nem lembro se senti isso alguma vez. Deve ser porque é diferente com cada pessoa. Mas dessa vez, estou sentindo as famosas borboletas no estômago. Estou rindo à toa. Estou esperançosa da vida. Estou sonhando acordada. E me sentindo viva. E Feliz!

O que mais posso dizer? Não dá mais para voltar atrás. Foi algo inesperado. Realmente fui pega de surpresa. Mas não posso negar o que sinto. Estou sim, completamente apaixonada. Como uma adolescente!

E isso não me assusta mais. Porque deveria?

Eu sempre acreditei no amor. Teve momentos em que pensei em desistir… mas o amor sempre fala mais alto. Eu não sei ser uma mulher amarga. Sou uma romântica incurável. Não adianta.

Prefiro acreditar. Prefiro arriscar. Afinal, ninguém perde. Se não dá certo, ganhamos experiências, algumas cicatrizes pra contar a história, ganhamos amigos, ou ganhamos a paz.

Posso me considerar vencedora. Porque tive coragem. Não fui covarde. Eu sinto. E quando sinto, sigo os meus sentimentos. 

Foi difícil? Sim. E ainda é. Sempre vai ser!

Mas temos que viver. E a lição mais valiosa que aprendi com tudo isso, é que preciso pensar em mim em primeiro lugar. Pensar nos meus sentimentos antes. Claro que não digo para menosprezar os outros. Até porque, eu nunca vou conseguir ser desse jeito. Ainda me importo muito com a outra pessoa. Preocupo-me em não magoar. Mas já não me deixo de lado, cansei de me punir pelos outros.

Sempre acreditei, e nunca vou parar de crer, que cada pessoa nesse mundão tem sua metade. Alguns encontram logo no início da vida. Uns perdem tempo com a metade errada, e não tomam coragem pra procurar a certa. E outros demoram mais para achar. Eu já pensei ter encontrado, duas vezes… e não foi. As peças não se encaixaram corretamente. Um simples erro no formato, pode ser crucial.

Mas se eu desisti? Nem pensar. Parei de desistir. Faz algum tempo, que decidi mudar isso na minha vida. Chega de desistências. Eu quero viver. Quero sentir. Quero correr atrás. E não falo somente de relacionamentos amorosos. Mas na vida em geral.

A vida é curta demais para deixarmos pra lá… temos que meter a cara. Ir à luta!

Estou apaixonada sim. Se vai dar certo, não sei. Se ele é minha metade de verdade, quem sabe? Só o tempo pra dizer… mas pra isso, temos que mergulhar, e não correr pra praia, com medo. Tudo está escrito. Deus tem planos para cada um de nós… e ele apenas nos mostra os caminhos. Cabe à nós decidir se vamos ou não encarar a estrada!

Eu tô dentro, e você?

Image

Me, myself and I!

Imagem

 

Desde 22/05/1990 estou aqui, agitando… heheheh

Tenho a melhor família do universo. A mãe mais carinhosa, preocupada (às vezes até demais né mãe?), gentil, amorosa, dedicada… avós incríveis, tios maravilhosos, primos que eu amoooo e considero irmãos (já que não tenho nenhum mesmo). E ainda tem as tias avós, primos mais distantes, pessoas que estão sempre por perto, fazendo parte da minha história!

Sou completamente apaixonada e louca por cachorros. Adoro praticamente todos os animais, mas cães, ganharam meu coração!

Nunca me esqueço dos cães que eu já conheci! 

O Mago, que já existia quando eu nasci. E se foi quando eu tinha 14 anos (ele já tinha 16). Era um vira lata lindo, e safado. Vivia pulando o portão. Andava por aí, namorando as cadelas da vizinhança… ahahha

O Hecktor, meu bebê, que ganhei com 10 anos. Era meu menininho! Sempre deitava ao lado da minha cama, enquanto eu lia, estudava, ouvia música… me esperava no portão todos os dias quando eu voltava da escola. Se foi esse ano (2013) com 12 anos… foi uma perda enorme pra todos da família!

O King e o Kong, meus nenéns, que ainda estão comigo, tornando minha vida uma loucura! Vieram com pouco mais de um mês de vida, e ganharam o coração de todo mundo. São dois malucos… enormes, agitados, hiperativos, ciumentos, bagunceiros… já fizeram muita coisa doida… já me incomodei, já chorei, mas sempre acabo rindo e me encantando com essas pestes que eu amo tanto!

Fora os cachorros de amigos, namorados, conhecidos, e até do caminho que eu percorria ou ainda percorro… sempre faço amizade com eles… hehehe

Sou mega sensível! Mas já fui pior! Agora só choro se o filme for realmente emocionante. Ou se for de cachorro! 😀

Já fiz coisas, das quais, não me arrependo, porém faria diferente agora. 

Já matei aula, e fiquei de castigo por isso… perdi o show do Titãs. 😦

Mordia as pessoas quando era criança… chorava e gritava no ônibus se não tivesse lugar para sentar.

Era um bicho do mato. Mas passou!

Sofri pra caramba com a timidez… mas superei!

Já participei de um grupo de danças folclóricas alemãs. Esse inclusive, que mudou minha vida. E me ajudou a vencer a timidez… 

Fiz milhões de amigos. Tive muitos amores! 

Fiz cursos de pintura em gesso, tecido, madeira…

Até pintei madeira pra vender!

Agora é só hobby!

Estudei inglês por mais de cinco anos…e sempre amei!

Sonho desde criança em morar fora do país… quem sabe?

Já fui casada… 

Já gastei muito dinheiro em coisas que não foram nada úteis!

Já viajei… e enjoava sempre quando era criança!

Tenho três tatuagens. A primeira foi com 16 anos!

Já tive piercing no nariz!

Já pintei o cabelo de preto, loiro, vermelho, azul… e cortei de vários tamanhos!

já fui super magra!

Nunca fiz uma cirurgia… nem levei pontos!

Tenho pavor de hospitais, e principalmente, agulhas!

Já tive caxumba, dois dois lados.

Nunca tive catapora! Nem sarampo, nem hepatite!

Dei meu primeiro beijo com 12 anos… hoje em dia vejo como é cedo! 

Minha primeira vez foi com 15 anos… cedo também!

Já tive depressão… sofri muito, perdi amigos (mas depois recuperei). Me tratei com psiquiatras… (ta bom, ainda me trato) 😛

Sofri horrores com cólicas menstruais na adolescência.

Desmaiava sempre que ficava muito nervosa… estou trabalhando nisso, e estou melhorando!

Já participei do coral da igreja. Tentei aprender violão e teclado… mas isso não é pra mim!

Já comecei duas faculdades, e parei. Nunca terminei nenhuma. Mas ano que vem começo outra, e dessa vez é pra valer!

Já odiei meu pai, e quis distância… agora eu não sinto mais isso! E se ele aparecer, acho que ficarei feliz em vê-lo!

Tenho saudades do meu Opa… que se foi antes que eu dissesse o quanto eu o amava!

Tenho amigas de infância. Que são minhas preciosidades! Eternamente!

Tive três empregos… o primeiro foi com 17 anos, em uma fábrica de biscoitos. Onde fiz amigos, aprendi horrores… ahahaha e cresci muito, tanto profissionalmente quanto pessoalmente!

O segundo emprego foi num Garden Center. Lugar lindo, e gostoso de trabalhar. Fiz amigos, que vou levar pra sempre! E aprendi muiiiito também!

Agora, estou no emprego mais legal do mundo… hauhauahuahua exagerada!

Numa loja de móveis e decoração provençal, linda de viver, com a melhor chefe que alguém pode ter… e com minha melhor amiga trabalhando comigo! E tem também a galera do outro lado da rua… pessoas incríveis, que eu já adoro!

Eu não gosto muito do inverno, porque sou super friorenta, e consequentemente, sofro pra caramba!

Mas sofro também no verão… passo mal e enjoô se está muito quente…

Vai entender né? Gosto mesmo é da Primavera!

Sou dorminhoca… mas adoro a noite!

O céu, as estrelas…

Sou romântica… não adianta. Já tentei desistir dessa vida, mas não tem jeito. Gosto de romantismo. Gosto de flores, de surpresas, de presentes, de declarações, de filmes água com açúcar! De músicas que arrepiam…

Gosto de viajar… não conheci muitos lugares ainda, mas está nos meus planos.

Sempre quis ser mãe… mas já mudei de ideia várias vezes… ahahahah deixa eu explicar! Tenho um pouco de medo de ter filho pra deixar nesse mundo maluco do jeito que está… mas vamos ver! Se eu casar de novo um dia, e ainda der tempo, que sabe!

Já morei com minha mãe e meus avós, com meu marido, e sozinha!

Não curto cozinhar…

Sou péssima em esportes. Inclusive sou uma sedentária veterana! Mas isso vai mudar em 2014. Dessa vez é sério…

Gosto de ler… e escrever certo!

Adoro filmes de terror e suspense.

Adoro comprar roupas e sapatos, mas só quando sobra uma grana…

Sou apaixonada por decoração…

Tive festas de aniversário super temáticas em quase todos os anos da minha vida… foi parando depois dos 18…

Vou fazer 24 anos! Às vezes me assusto com a rapidez que o tempo está passando!

Adoro seriados… Modern Family, The Walking Dead, American Horror Story, How I Met your Mother, Two and a Half Man, Friends, CSI, Criminal Minds, Sex and the City…

Só curto filmes e seriados legendados… dublado é extremamente brochante!

Adoro homens de barba!

Nunca fui numa balada!

Adoro comida chinesa e japonesa!

Mas amo mesmo pizza!

Sou louca por chocolate. E na adolescência eu era expert em fazer brigadeiro de panela. Tá legal… ainda faço, mas só de vez em quando, porque agora as coisas mudaram, e pra engordar basta sentir o cheiro!

Era viciada em Mc Donalds… mas estou me reabilitando!

Adoro ir ao cinema! Mas não vou tanto quanto gostaria!

Já fui 3 vezes no Planeta Atlântida, e acho que não teria mais pique pra ir novamente!

Já assisti várias vezes os shows de Nenhum de Nós e Papas da Língua! E o melhor sem dúvidas, foi do meu ídolo, Lulu Santos.

Ainda tenho o desejo de ir num show internacional… quem sabe!

Já fiz musculação quinhentas vezes, e sempre desisto (porque acho muito chato). Já fiz Jump…

O próximo passo é tentar Zumba!

Ainda não sei dirigir. Mas meu sonho é fazer a carteira e comprar um carro. Talvez um Mini Cooper ou um 500 da Fiat… não custa sonhar!

Desejo morar em um apartamento ao menos uma vez na vida!

Sou péssima com computadores…

Gosto da natureza. De procurar formas nas nuvens… de olhar o mar, de ouvir os pássaros (esqueci de mencionar que eu amoooo pássaros. Soltos, que fique claro!)

Gosto de pensar sempre o melhor das pessoas e das situações… às vezes acho até que sou boba. Mas prefiro acreditar primeiro. Pra depois duvidar. 

Gosto de ajudar as pessoas, e fico feliz em saber que existem milhares de pessoas que fazem algo pelos outros. 

Não quero ser rica. Quero ter dinheiro suficiente para pagar as contas e viver. Quero trabalhar com amor…

Não sou muito ciumenta…

Adoro conversar!!!

Detesto futebol!

Violência contra animais me deixa completamente angustiada, horrorizada, e com vontade de morrer!

Tenho pavor, medo, horror, fobia, nojo… tudo isso e mais um pouco, de sapos!

Sou meio esquisita pra alguns. Pra mim sou normal, e os outros é que são estranhos… hehehehe

Adoro parque de diversões… já fui mais de cinco vezes no Beto Carrero, e quero ir de novo assim que tiver chance!

Quero aprender Espanhol e francês…

Penso um pouco em ser comissária de bordo. Mas por enquanto é só uma hipótese!

Adoro experimentar coisas novas.

Vinho me derruba num gole. Mas eu adoro!

Já quebrei o dedo jogando handball! Bizarro, eu sei!

A primeira vez que depilei as pernas (com uns 11 anos eu acho) fiz sozinha, com lâmina, sem pedir ajuda. Resultado? Um super corte de cima a baixo na batat da perna… huahauhauhau 

Já caí de bicicleta duas vezes… 

Nasci de parto normal! Bem pequetita…

Sou mega feliz… mas sofro bastante às vezes…

 

 

Imagem

TPM

Ser mulher é tão difícil… é incrível, como um simples momento (antes do ciclo) pode nos deixar tão irritadas e sensíveis.

Eu mesma, fico tão sensível… dá vontade de ir dormir, e só levantar quando isso tiver passado.

Tento me controlar… mas não é tão simples assim. Isso que eu já tomo diariamente remédios que ajudam inclusive a amenizar sintomas da TPM. E mesmo assim, não é o suficiente. O jeito é tentar relaxar.

E com o calor que está fazendo hoje, seria maravilhoso uma voltinha na praia. Mas como isso não é possível, vamos trabalhar, e focar no profissional. Que é só o que quero!

Beijos, Vanessa Medeiros!